NOVOCINE
ENG

16

MEMÓRIA 2022. GNB, BRZ, PT. 19 min


um filme de Welket Bungué

Um filme moldado pelo misticismo, a poética da simultaneidade e a voz de resistência e reflexão em Amílcar Cabral. Na azáfama de uma véspera de ano novo passada no Arquipélago dos Bijagós, vem à tona um sentimento renovado com o encontro das pessoas, fundindo as camadas da linguagem e comportamento para celebrar a complexidade histórico e intergeracional dos habitantes da Guiné-Bissau.



Carta-poema por Lolo Arziki


Memória de Arziki para Bungué

Águas cores das travessias
Atravessamos com medo e banzo,
Vários povos, várias nações
unificados pela língua opressora
Separados pela escravidão física
Escravidão mental e a escravidão emocional
Escava a dor dentro dos nossos peitos.
Se a luta pretende emancipação política, económica, social
Também pretende sabedoria para usufruir da liberdade conquistada.
Contudo por vezes parecemos temer viver
chamar a memória se faz urgente.
Uma memória construída pelas nossas narrativas, que tem corpo e voz, que
experimenta,
que ri, sente, dança e que descansa...

Memórias com mais de 500 anos de história.


fotografias de cena por Kristin Bethge




realização e argumento WELKET BUNGUÉ com JOÃOZINHO DA COSTA, ALIU SANTY e WELKET BUNGUÉ direcção de fotografia WELKET BUNGUÉ edição DUARTE LIMA voice over SUAILA FONSECA CÁ estúdio de gravação de som BLISSON SOUND, RÁDIO ESCADA desenho sonoro DANIEL SANTOS cor S.K. CAMILO música DIIMA produção WELKET BUNGUÉ